José Carlos Fernandes

Visualizar:
- -
Exibir até:
Ordenar por:
A Pior Banda do Mundo #4: A Grande Enciclopédia do conhecimento Obsoleto
Referência incontornável da moderna HQ portuguesa, José Carlos Fernandes soube compensar a sua estréia relativamente tardia na história em quadrinhos (em 1989, já com 25 anos), com um ritmo produtivo absolutamente sem paralelo no atual mercado português, que deu origem a uma obra vasta e diversificada, nivelada por uma alta fasquia de qualidade. A Pior Banda do Mundo está sem dúvida entre seus ..

Ver mais ++

A Pior Banda do Mundo #6: Arquivos do Prodigioso e do Paranormal
A premiada HQ (ou "banda desenhada", como dizem nossos patrícios portugueses) chega ao seu sexto volume com a característica de sempre: um conjunto de histórias curtas de 2 páginas cheias de crítica ácida (lisérigica, talvez?) sobre a sociedade. As 23 histórias dessa edição funcionam de forma autônoma, mas ajudam a traçar uma visão de conjunto de uma misteriosa cidade sem nome, em cujas ruas se..

Ver mais ++

A Pior Banda do Mundo Volume 1 de 2
Mais de dez anos passados, os painéis de duas páginas permanecem frescos e brilhantes. Mas José Carlos Fernandes fez mais do que uma ótima BD. Afirmou-se como uma figura intelectual e artística importante. Despretensiosamente e com um sorriso no canto dos lábios, provoca-nos e põe-nos a refletir com muita seriedade sobre temas centrais da cultura e sociedade contemporânea. Assumindo com total h..

Ver mais ++

Tratado de Umbrografia
Abrindo a caixa preta. O voo 713 para Belize nunca chegou ao seu destino. A aeronave foi encontrada dois dias depois, nas profundezas da selva do Yucatan, perto de Uxmal, sem grandes danos. Mas da tripulação e passageiros, nem sinal. Quando os peritos aeronáuticos analisaram as caixas pretas do aparelho ficaram perplexos: em vez do registro das conversações na cabine do piloto e das comunicações e..

Ver mais ++

Um Catálogo dos Sonhos
"Um Catálogo de Sonhos" foi realizado em 1995 e publicado pela Pedranocharco em 1996, mas muito poucos exemplares foram vistos em circulação - há quem atribua este desaparecimento inopinado dos livros à mão dos Illuminati da Baviera. Outras teorias defendem que foi a CIA que procedeu à aquisição e destruição de (praticamente) toda a edição. Esta segunda hipótese ganhou mais credibilidade recenteme..

Ver mais ++